sábado, março 29

Dissimulação: Elas têm seus motivos!

Venho aqui comentar com mais espaço, liberdade e fundamentação o que nós, do segundo ano do CSCJ, viemos comentando desde a última aula de Língua Portuguesa: A mulher é dissimulada?
Ora, depende de que mulher tu falas... Se forem as machadianas, essas parecem ser as pioneiras da dissimulação feminina... Mas vamos analisar os fatos mais concretamente.
Durante décadas a mulher vem lutando por sua independência masculina. Nos tempos de Freud, as mulheres eram frustradas por não apreciarem o prazer da sexualidade devido as opressões da época. Por muitas décadas, com exceção de Carlota Joaquina, as mulheres engoliram amargamente, sem menor poder de defesa, as traições do homem. Agora, que finalmente conseguiram esta liberdade e expirar o preconceito, nada mais natural as mulheres criarem uma barreira afectiva, preservando suas conquistas, mesmo que inconscientemente.
Daí nasce a dissimulação. A mulher deseja mostrar para o homem que ele não é a razão de seu viver e que ela é forte o bastante para seguir adiante em outro relacionamento sem levar saudades de relacionamentos passados. Por isso elas se tornam provocativas, não mais mulheres, mas sim fêmeas, com extinto de bicho para atrair o sexo oposto e mostrar para seu companheiro que são desejadas por outros e que dominam a situação. Além disso, a dissimulação e a provocação são artimanhas que a mulher usa para intrigar o homem e torná-los vulneráveis, pois com isso ela consolida a tão sonhada e batalhada autonomia feminina.
Entretanto, homens, não se preocupem com a dissimulação feminina. Por trás de uma rígida e poderosa, existe uma mulher que está buscando atenção, afecto e compreensão de seu amado. A insegurança torna incoerente as ações femininas. Parece que nós, mulheres, vivemos numa instabilidade psicológica na qual conflitamos amor com orgulho.
***************
Quanto à afirmação da professora de que a mulher entrega-se muito menos aos relacionamentos amorosos em relação aos homens, não vejo por que tanta convicção em tal afirmação. 90% da clientela de psicólogas são mulheres, dado explicitante de que o fracasso afectivo é solucionado pelo âmbito feminino e são elas as reconciliadoras de um relacionamento, são elas que buscam soluções para estabilizar a situação do casal.

Continuará...

3 FAÇA UM COMENTÁRIO:

paulinha(momo) disse...

uhm... tou eu aqui mais uma vez ^^
par a sua alegria,claro...
como sempre aqui tah perfeito,tudo como tu gosta,a tua cara...
sobre o texto,não vou mentir,não li tudo,só por cima...mais é interessante,crtz,pq pra ti colocar aqui...
bjão

Anônimo disse...

auhauhauahau
a carlota sim era ótima!
uahauha
mto bom thávia! Parabéns!
bjos

carol pio disse...

ah ta o anonimo era eu
sou eu
carol pio
=p
avoadaa nem botei o nome
hauahaua

Postar um comentário

 
;